Ponto de Cultura Salvamar

Aqui você acompanha todas as informações sobre o Ponto de Cultura Salvamar e sobre outros projetos culturais pelo país por meio de comentários, arquivos, documentos, links, etc.

29.10.06

Seminário "Comunicação, Cultura e Movimentos Sociais"

Aos participantes e interessados nos debates que estão em andamento sobre a formação da Rede de Comunicação e Articulação Popular (nome provisório) no Espírito Santo:

Informamos que na segunda-feira (23.10) mais uma reunião foi realizada, com o objetivo de pensar e propor um formato para o Seminário "Comunicação, Cultura e Movimentos Sociais", que será o primeiro evento da Rede.

Participaram do encontro as pessoas (identificadas no final) que
integram a Comissão Preparatória do Seminário, que após acúmulo de
discussão de idéias, propôs a realização do Seminário para os dias 24 e 25 de novembro. A solenidade de abertura seria no dia 24, às 19h00, seguida de um debate sobre o tema principal "Comunicação, Cultura e Movimentos Sociais". O nome proposto para enriquecer o debate é o de Sérgio Amadeu (sociólogo, professor da Faculdade de Comunicação Cásper Líbero e mestre em Ciência Política pela Universidade de São Paulo com a
dissertação Poder no Ciberespaço: Estado-Nação, controle e
regulamentação da Internet. Doutorando também na Universidade de São Paulo , estuda a teoria democrática na era da informação).

O evento continuaria no sábado, pela manhã com o debate sobre as
"Políticas Públicas de Comunicação e Cultura". Foi sugerido o nome de Gustavo Gindre (jornalista (UFF), mestre em comunicação (UFRJ),
coordenador geral do Instituto de Estudos e Projetos em Comunicação e Cultura (INDECS), membro eleito do Comitê Gestor da Internet do Brasil e membro do Intervozes).

Na parte da tarde seriam formados de grupos de discussão e para encerrar uma plenária de encaminhamentos.

Este formato pensado pela Comissão será apresentado para discussão, aperfeiçoamento e aprovação na próxima segunda-feira (30.10), em reunião geral marcada para as 9h00, na Adufes.
Estão convidados todos os presentes na primeira reunião geral realizada semana passada, os convidados que não puderam comparecer e os interessados em se somar à construção da Rede.

Presentes na reunião realizada no DCE da Ufes:

Vinicius Mansur - Intervozes
Luciana Silvestre - Estudante de Comunicação e Comunicação do MST
Marcela Prest - DCE da Ufes
José Nilton Oliveira Santos - Abraço / Mandato Dep. Federal Iriny Lopes
Daniela Zanotti - Abraço
Jacson Segundo - Intervozes
Vanessa Vilarinho - Rede Alerta Contra o Deserto Verde e Mandato Dep.
Estadual Carlos Casteglione
Davi Gentilli - Centro Acadêmico de Comunicação - Ufes
Fred Carneiro - Estudante de comunicação Ufes
Fernando Faé - Estudante de comunicação Ufes
Ramon Zagoto - Estudante de comunicação Ufes
Paulo - Núcleo de Amor a Biodiversidade Terrestre

FAVOR REPASSAR ESTE EMAIL
Até,
Vinicius Mansur
Intervozes - Coletivo Brasil de Comunicação (( www.intervozes.org.br ))
27 8821-6877

-----------------------------------------

Relatoria da reunião “embrionária” da Rede Capixaba de Comunicação e Articulação Popular (nome provisório).

Na última quinta-feira, 19/10/2006, aconteceu na Associação dos Doentes da Ufes (Adufes), no campus da Ufes de Goiabeiras, Vitória, uma reunião entre algumas entidades e movimentos sociais interessados em criar no Espírito Santo um espaço que tenha como pauta central a comunicação fora da lógica comercial. O nome provisório escolhido para se referir a este espaço até então é “Rede Capixaba de Comunicação e Articulação Popular”.


Esta reunião foi uma iniciativa da comissão organizadora local da 4º Semana Nacional pela Democratização da Comunicação. Para ela foram convocadas Projetos de Inclusão Digital, Rádios Comunitárias, Rádios e TV's Universitárias, a TV (TVE) e a Rádio (Rádio ES) pública, Pontos de cultura, Centro de Mídia Independente, Estudantes e professores de Comunicação ou não, Movimento cineclubista, Videodocumentaristas, Movimento software livre, Intervozes - Coletivo Brasil de Comunicação Social, Movimento Estadual de Direitos Humanos, MST, MPA, Movimento
HipHop, Sindicato dos Jornalistas, Sindicato dos Radialistas, entidades sindicais variadas e o movimento feminista.



Ao final do texto seguem as entidades/pessoas presentes.

Na reunião todos os presentes ressaltaram a importância deste tipo de articulação, cujos argumentos possuíam 2 pilares principais:

1 – Precisamos potencializar a produção de comunicação que ocorre fora do eixo-comercial, criando espaços de troca e de articulação entre as mais diversas iniciativas. Já não podemos crer que “cavar” espaços na grande mídia nos basta.

2 – Precisamos solidificar um movimento de comunicação capaz de intervir politicamente nas decisões que são tomadas neste setor, tanto no âmbito local, quanto no nacional.


Além de servir de espaço de troca de conteúdos e de experiências de comunicação, também foram citados vários exemplos de atividades que podem vir a ser tocadas pela rede:

- Criação de um Observatório da Comunicação Capixaba;

- Localizar quais veículos capixabas estão na lista de concessões de rádio e TV “a vencer” do FNDC e pensar atividades sobre isso;

- Lutar pela implementação de um Conselho Estadual de Comunicação;

- Intervir na aprovação do Orçamento do Governo do Estado, que
atualmente prevê mais de 1 milhão de reais para comunicação;

- Formar um grupo de estudo e formulação sobre a comunicação;

- Elaborar propostas para a democratização da comunicação no ES;

- Pensar o eixo de comunicação no “projeto de desenvolvimento capixaba” que a CMS local pensa em desenvolver;

- Pautar a comunicação nas Assembléias Populares;


Constatada as inúmeras demandas, constatada que inúmeros outros atores
ainda podem ser agregados e constatado que precisamos de mais tempo para definirmos qual será o caráter desta rede, a única deliberação desta reunião foi:



- A realização de um seminário entre os dias 24, 25 e 26 de novembro (que não precise ocupar necessariamente os 3 dias), com uma comissão organizadora formada por: MST, DCE Ufes, Cacos Ufes, Intervozes, Abraço e Rede Alerta Contra o Deserto Verde.



Ponderou-se ainda a importância deste seminário refletir sobre:

Análise de conjuntura da comunicação, políticas públicas para
comunicação, possibilidades/formas de articulação/troca de produções entre os componentes da rede e possibilidade de criação de um veículo dos movimentos sociais no ES.



A primeira reunião da comissão organizadora do seminário será na próxima segunda-feira, dia 23/10, às 16 horas no DCE.



Um projeto de seminário deverá ser apresentado a todas as demais
entidades e aprovado por elas antes que comecemos a divulgação. Até lá esperamos aumentar ainda mais o número de atores envolvidos nesta articulação.



Compareceram:

- Centro Acadêmico de Comunicação Social da Ufes (CACOS) - Lara Abib e David Gentilli e Bruna Gatti;

- DCE Ufes – Tadeu Guerzet, Haroldo Ferreira, Bruna Gatti, Danilo
Bicalho

- Executiva Nacional dos Estudantes de Comunicação Social (Enecos) –
Danilo Bicalho, Karina Moura e Luciana Silvestre;

- Centro Acadêmico de Desenho Industrial Ufes – Juliana Tonini

- Intervozes – Vinicius Mansur, Flávio Gonçalves e Jacson Segundo;

- Sindjornalistas ES – Ana Cláudia Mielki

- Associação Brasileira de Rádios Comunitárias ES (Abraço) – José Nilton

- Gabinete Dep. Est. Carlos Casteglione (PT) – Vanessa Vilarinho

- Gabiente Dep. Est. Cláudio Vereza (PT) – Dilcéia Dias

- Gabinete Dep. Est. Brice Bragato (PSOL) – Ana Cláudia Mielki

- Câmara de Vereadores de Vitória – Andréia Tose

- MNDH-ES - Marta Falqueto

- CDDH-Serra – Marta Falqueto

- MST - Luciana Silvestre;

- Rede Alerta Contra o Deserto Verde - Vanessa Vilarinho

- Casa da Mulher – Karina Moura e Mauro

- Programa Bandejão 104.7 – Renata Murari

- Núcleo de Amor a Biodiversidade Terrestre (NABT) – Paulo Roberto

- Estudantes de Comunicação – Frederico de Souza, Gabrielle Torres,
Ramon Mariano e Igor Pontini.

22.10.06

Tertúlia entre latinos: a literatura como meio de aproximação entre os povos da América Latina

Tertúlia entre latinos: a literatura como meio de aproximação entre os povos da América Latina

A literatura, talvez mais que qualquer outra arte, permite a aproximação dos sujeitos não apenas em relação à expressão estética de um sistema cultural, mas também em relação aos diversos sistemas de mentalidade e de construção do pensamento. De forma geral, brasileiros sentem-se distantes da cultura dos outros países da América Latina, tanto quanto lhes parece que os outros países da América Latina sentem-se distantes da cultura brasileira. Entender as bases desse distanciamento, discuti-lo e buscar estratégias para dissolvê-lo, talvez seja uma das grandes tarefas para os agentes culturais da contemporaneidade, destacando-se, aqui, o caso da Literatura.

Participantes: Reynaldo Feijoo (Instituto Cubano de Amizade entre os Povos - ICAP) e intelectuais ligados ao Mestrado em Estudos Literários da Ufes.
Data: 25/10/2006- Quarta- Feira
Horário: 19h
Local: Livraria Huapaya Local: Praça Wolghano Netto, 210, Loja 1, Jardim da Penha, Vitória/ES - Tel.: +55 (27) 3325-0892.
huapaya@huapaya.com.br

21.10.06

Metaong



Sobre o MetaONG

O que é o MetaONG?MetaONG é uma comunidade de notícias e artigos para o Terceiro Setor, onde os próprios usuários definem o que é publicado.
Compartilhar: o MetaONG permite que qualquer usuário envie artigos para publicação no site
Discutir: usuários do MetaONG podem discutir livremente qualquer artigo publicado. Estes comentários são arquivados juntamente com cada artigo
Pesquisar: todo o conteúdo enviado ao MetaONG é incluído em um banco de dados, onde os usuários podem pesquisar por artigos passados. Assim, o MetaONG poderá ser uma ótima fonte de pesquisa para o Terceiro Setor.

Imagem dos Povos



O Imagem dos Povos é um projeto voltado para área do audiovisual e tem como objetivo principal buscar, apresentar e proporcionar novas formas de realização e de difusão da técnica, tendo em vista o contexto regional e as transformações tecnológicas do setor. O projeto está em sua segunda edição e será realizado em Ouro Preto (MG), entre os dias 14 e 19 de novembro.

A programação geral se divide em três módulos: a II Mostra Internacional Audiovisual de Ouro Preto, dedicada à produção de um estado brasileiro (Rio Grande do Sul) e de um país convidado (Índia); a Central Imagem dos Povos - Oficina de Aperfeiçoamento em Audiovisual Ouro Preto, voltada ao aperfeiçoamento de artistas, técnicos e demais profissionais do campo audiovisual; e o II Seminário Internacional Audiovisual, sobre temas estratégicos vinculados às formas contemporâneas de criação, disseminação e distribuição no segmento.

Repetindo a dinâmica da edição anterior, quando foi definida a exposição da produção de uma região do mundo (Nova Zelândia) e de um estado brasileiro (Minas Gerais), neste ano o projeto enfoca os processos de produção audiovisual desenvolvidos no Rio Grande do Sul e na Índia.

Segundo os idealizadores e coordenadores do Imagem dos Povos 2006, Tâmara Braga e Adyr Assumpção, a idéia é permitir aos participantes do evento a oportunidade de intercâmbios e parcerias. Toda a programação é gratuita e aberta ao público, sendo realizada no Centro Cultural e Turístico do Sistema FIEMG e Cine-Teatro Vila Rica. Para mais informações: (31) 3264-4404

http://www.imagemdospovos.com.br/

Ambiente Comunidades Virtuais de Aprendizagem



O ambiente Comunidades Virtuais de Aprendizagem tem o objetivo de socializar as produções e pesquisas que vem sendo desenvolvidas pelos bolsistas de iniciação científica, alunos dos cursos de Pedagogia, Design e Análise de Sistemas do Campus I - UNEB e pelos mestrandos em Educação e Contemporaneidade (UNEB) e Modelagem Computacional (FVC/CEPPEV), vinculados aos Grupos de Pesquisa do CNPq e coordenados por Lynn Alves.

http://www.comunidadesvirtuais.pro.br

17.10.06

Mosaico virtual

O oficineiro Arlindo Pereira criou um mosaico virtual com parte da galera que participou do Encontro.

Clique aqui e veja.

10.10.06

A oficina de Meta-reciclagem...





"Meta-reciclagem é principalmente uma idéia. Uma idéia sobre a apropriação de tecnologia em busca de transformação social. Esse conceito abrange diversas formas de ação: da captação de computadores usados e montagem de laboratórios reciclados usando software livre, até a criação de ambientes de circulação da informação através da internet, passando por todo tipo de experimentação e apoio estratégico e operacional a projetos socialmente engajados."

Agora que vocês já sabem o que é meta-reciclagem, vejam as fotos da oficina.

A oficina de Vídeo...



Mais fotos das oficinas, agora a de Vídeo. Softwares livres como o Cinelerra, Kino, DVD Style, K3B, FFMpeg e Jashaka foram ensinados e discutidos pelos oficineiros, que também sugeriram temas para futuros documentários.

9.10.06

A oficina de Áudio...






Uma das oficinas com maior participação no Encontro foi a de Áudio. Nas fotos os oficineiros aprendendo a editar com softwares livres como Ardour, Rezound e Audacity.

O alojamento dos oficineiros do Encontro




O Encontro de Conhecimentos Livres terminou, mas as postagens não. Nas fotos, o Guruçá servindo de alojamento para os participantes.

2.10.06

Ilustrando os PC's






Os oficineiros do Encontro de Conhecimentos Livres decidiram dar um novo visual aos computadores da sala de informática da Associação Salvamar. Com modes feitos com estiletes e sprays a base de tinta óleo, aliados a muita criatividade, a galera ilustrou os computadores que serão utilizados pelos alunos da aula de informática da associação.

TV Guarapari comparece ao Encontro de Conhecimentos Livres




O Encontro de Conhecimentos Livres contou com a visita da TV Guarapari, que foi à sede do Ponto de Cultura Salvamar para realizar uma reportagem com o objetivo de divulgar os acontecimentos do evento.

A equipe da TV entrevistou alguns participantes e filmou parte das oficinas que estavam em andamento. A reportagem deverá ser exibida nos próximos dias.